sexta-feira, 12 de junho de 2015

Feliz Dia dos Namorados!!!

Só o Amor não Basta 
Artur da Távola


Aos que não casaram, aos que vão casar,
Aos que acabaram de casar, aos que pensam em se separar,
Aos que acabaram de se separar, aos que pensam em voltar…

Não existem vários tipos de amor, assim como não existem três tipos de saudades, quatro de ódio, seis espécies de inveja.
O AMOR É ÚNICO,
Como qualquer sentimento, seja ele destinado a familiares, ao cônjuge ou a Deus.
A diferença é que, como entre marido e mulher não há laços de sangue,
A SEDUÇÃO tem que ser ininterrupta…

Por não haver nenhuma garantia de durabilidade, qualquer alteração no tom de voz nos fragiliza, e de cobrança em cobrança, acabamos por sepultar uma relação que poderia SER ETERNA.

Casaram. Te amo pra lá, te amo pra cá. Lindo, mas insustentável.
O sucesso de um casamento exige mais do que declarações românticas.
Entre duas pessoas que resolvem dividir o mesmo teto, tem que haver muito mais do que amor, e às vezes, nem necessita de um amor tão intenso. É preciso que haja, antes de mais nada, RESPEITO. Agressões zero. 
Disposição para ouvir argumentos alheios. Alguma paciência… 

Amor só, não basta. Não pode haver competição. Nem comparações. Tem que ter jogo de cintura, para acatar regras que não foram previamente combinadas.
Tem que haver BOM HUMOR para enfrentar imprevistos, acessos de carência, infantilidades. Tem que saber levar.

Amar só é pouco.
Tem que haver inteligência. Um cérebro programado para enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, demissões inesperadas, contas para pagar.
Tem que ter disciplina para educar filhos, dar exemplo, não gritar.
Tem que ter um bom psiquiatra. 

Não adianta, apenas, amar.
Entre casais que se unem , visando à longevidade do matrimônio, tem que haver um pouco de silêncio, amigos de infância, vida própria, um tempo pra cada um.

Tem que haver confiança. Certa camaradagem, às vezes fingir que não viu, fazer de conta que não escutou. É preciso entender que união não significa, necessariamente, fusão. E que amar “solamente”, não basta.

Entre homens e mulheres que acham que
O AMOR É SÓ POESIA,
tem que haver discernimento, pé no chão, racionalidade. Tem que saber que o amor pode ser bom, pode durar para sempre, mas que sozinho não dá conta do recado.

O amor é grande, mas não são dois.
Tem que saber se aquele amor faz bem ou não, se não fizer bem, não é amor. É preciso convocar uma turma de sentimentos para amparar esse amor que carrega o ônus da onipotência.

O amor até pode nos bastar, mas ele próprio não se basta.

Um bom Amor aos que já têm!
Um bom encontro aos que procuram!
E felicidades a todos nós!
♥ ♥ ♥


sexta-feira, 5 de junho de 2015

Poesia/Poema


Soneto do amigo
Vinicius de Moraes

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

quinta-feira, 7 de maio de 2015


"A enfermidade é um conflito entre a personalidade e a alma.


O resfriado escorre quando o corpo não chora.

A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.

O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.

O diabetes invade quando a solidão dói.

O corpo engorda quando a insatisfação aperta.

A dor de cabeça deprime quando as dúvidas aumentam.

O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.

A alergia aperece quando o perfeccionismo fica intolerável.

As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.

O peito aperta quando o orgulho escraviza.

A pressão sobe quando o medo aprisiona.

As neuroses paralisam quando a “criança interna” tiraniza.

A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

Os joelhos doem quando o orgulho não se dobra.

O câncer mata quando não se perdoa e/ou cansa de viver.

E as dores caladas? Como falam em nosso corpo?

A enfermidade não é má, ela avisa quando erramos a direção. O caminho para a felicidade não é reto, existem curvas chamadas Equívocos, existem semáforos chamados Amigos, luzes de precaução chamadas Família, e ajudará muito ter no caminho uma peça de reposição chamada Decisão, um potente motor chamado Amor, um bom seguro chamado Fé, abundante combustível chamado Paciência. Mas principalmente um maravilhoso Condutor chamado DEUS, ou como O queiram chamar." 
Nelson Torres.

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Sentir-se amado 
Martha Medeiros 
(JUN 2001)


O cara diz que te ama então tá. Ele te ama. 
Sua mulher diz que te ama então assunto encerrado. 
Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas. Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de milhas, um espaço enorme para a angústia instalar-se. 

A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e verbalização, apesar de não sonharmos com outra coisa: se o cara beija, transa e diz que me ama, tenha a santa paciência, vou querer que ele faça pacto de sangue também?

Pactos, Acho que é isso. Não de sangue nem de nada que se possa ver e tocar. É um pacto silencioso que tem a força de manter as coisas enraizadas, um pacto de eternidade, mesmo que o destino um dia venha a dividir o caminho dos dois.

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que se coloca a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando. "Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho."

Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai,é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d’ água. “Lembra que quando eu passei por isso você disse que eu estava dramatizando? Então, chegou sua vez de simplificar as coisas. Vem aqui, tira este sapato”. 

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. 
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. 
Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. 
Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. 
Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta. 

Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.


Fonte: Livro "Paixão Crônica" de Martha Medeiros

quarta-feira, 29 de abril de 2015


IRREVERSÍVEL
Marla de Queiroz

Quando terminei de falar, senti foi a dentada da tristeza em meu peito. 
Eu fui andando, andando, quase olhei pra trás e pedi que desconsiderasse aquilo tudo. Mas não dava pra desmanchar aquele ponto final. 
Não se remove um "adeus" com um "esqueça tudo que eu disse". É que eu pensava que nem ia doer. (Nem deixei que ele me tocasse, eu não tinha tempo pra arder).E foi com meu coração disparado que apressei o passo e ganhei estrada. 
Eu respirava fundo chamando a tranqüilidade de volta. Mas ela não veio.
Enquanto me afastava, pensei que eu tava indo embora de tudo nele. E sei que fiquei como um ranço, algo que lateja até que se perdoe. Era ele aprisionado na lembrança do que eu havia sido. 
Só tive paz mesmo, quando o seu coração desmanchou o hematoma da saudade num choro compulsivo, no colo do melhor amigo. Porque nem calma eu tinha pra ajudar.
A carne sempre fraca pra afagar, acabava indo mais longe e tudo voltava ao antigamente. Aí eu tive que ficar quieta no meu canto, toda lacerada pela falta. Foi um período solitário em que vivi o luto necessário.
Ele nem desconfiou que eu também estava triste, talvez se sentisse melhor se soubesse. Mas eu tinha que fazer valer minha palavra, demorei muito tempo tomando coragem. Demorei muito tempo desparafusando aquela gaiola e, depois, reaprendendo a voar.

Tive ímpetos de escrever uma carta falando das qualidades dele, de tudo que havia me feito crescer. Mas quando fui escrever só consegui dizer: desculpe, não se pode negociar com a paixão. 
Porque eu também não entendo às vezes esses caminhos que a vida tece. E nós que morávamos um no outro, ficamos sem casa.
Perdoe a falta de abrigo, é que agora eu moro no caminho.


sábado, 25 de abril de 2015

Tapioca


Recheios salgados para tapioca


1. Tapioca simples com manteiga: essa é a receita clássica da tapioca. O recheio é apenas manteiga derretida com o calor da massa, lembrando um pão na chapa. É uma ótima pedida para o café da manhã.

2. Tapioca de presunto e queijo: essa opção de recheio também é bastante tradicional, mas não deixa de ser uma combinação deliciosa. O bacana é que o presunto pode ser substituído por outras “carnes frias” (peito de peru, mortadela) e o queijo pode ser o de sua preferência.

3. Tapioca com recheio cremoso de frango e ricota: a tapioca e o frango são alimentos nutritivos e que juntos formam uma combinação saudável e deliciosa. Para completar a refeição “total fit”, a receita leva ricota. Não deixe de adicionar ao cardápio!

4. Tapioca rosa com recheio de patê de frango: com um ingrediente diferente na massa, essa tapioca tem a cor rosa. O efeito é gerado pela beterraba, um corante natural e vitaminado. Para rechear sua tapioca, uma opção prática e gostosa é o patê, que nesse caso é de frango.

5. Tapioca de atum: essa receita é uma boa opção para o verão. Refrescante e saudável, a tapioca é recheada com atum e muita salada (alface e cenoura), formando uma espécie de sanduíche. Vale a pena experimentar!

6. Tapioca de carne seca: para os amantes da culinária nordestina esta receita é certeira. A massa da tapioca se une ao recheio de charque e formam uma combinação suculenta, nutritiva e com a cara do nordeste.


Recheios doces de tapioca



1. Tapioca de café com doce de leite: essa é uma receita que mistura sabores marcantes e é perfeita para quem gosta de café, pois a massa é feita com esse ingrediente especial. O recheio fica por conta do doce de leite, gerando um equilíbrio com o gostinho amargo presente na massa.

2. Tapioca com maçã e café: essa receita leva ingredientes bem inusitados, porém o resultado final é muito saboroso. A mistura do crocante de nozes e café com a maçã dá o toque especial do recheio. .

3. Tapioca de requeijão e goiabada: o famoso Romeu e Julieta não poderia faltar, pois é um recheio de tapioca bastante tradicional e o resultado é delicioso!

4. Tapioca de banana e leite condensado: é uma prática muito comum rechear a tapioca com frutas, além de gostosa, é uma opção saudável. Nesse caso, não tão saudável pois a receita contém leite condensado, mas a mistura é de dar água na boca. Vale a pena escapar um pouco da dieta e provar!

5. Tapioca de banana, canela e mel: essa tapioca também tem como ingrediente principal a banana, mas combinada com outros ingredientes que são ótimos pares para a fruta: a canela e o mel. A mistura é saborosa e nutritiva, rica em proteínas e sais minerais (principalmente potássio) e com efeito antioxidante (devido às propriedades da canela e do mel).

Fonte: http://www.dicasdemulher.com.br/

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Cinquentona
Manoel Carlos 


Minha amiga Sylvia fez 50 anos e deu uma linda festa para os amigos.
Brigadeiros, casadinhos, olhos-de-sogra, além de salgados e bebidas à vontade. E no centro da mesa, iluminado por cinqüenta velinhas, um colossal e saboroso bolo de aniversário. Ah, e também, claro, com direito a um coro de muitas vozes cantando "Parabéns pra Você".

- Que coragem - brincou o Zé Mário, nosso velho companheiro das noitadas de pôquer.
Sylvia rebateu em cima:

- Por quê? Acha que ainda escondo a minha idade? Já superei isso, meu caro.

- No seu caso não é esconder - continuou Zé Mário.

- Pra que declarar, se você aparenta menos?

- Mas é justamente por isso que sinto tanto prazer em revelar minha verdadeira idade. É para ver as pessoas admiradas. Meus 50 anos não são um peso, mas um prêmio, um troféu, uma tocha olímpica que carrego com orgulho pela vida afora. Que é que você pensa? Sou uma cinqüentona e ainda bato um bolão!

E, nesse clima de feliz comemoração, varamos a noite, o champanhe gelado, o vinho rubro. E não é preciso dizer que a aniversariante reinou o tempo todo, dançando sem parar, nocauteando homens até dez anos mais novos do que ela. Como o seu próprio marido, o terceiro, que no sábado próximo estará completando 41 anos.

Sei que nem todas as mulheres são Sylvia. E que, para ser como ela, é preciso muita vontade, algum sacrifício e uma boa dose de herança genética. Mas o mais necessário mesmo é a disposição para a felicidade e a certeza de que sempre, sempre estará em tempo de viver uma vida produtiva. De qualquer maneira, mesmo as que não são Sylvia se sentem hoje mais livres do que nunca desse estigma que por décadas marcou todas elas e produziu um repertório imenso de piadas infames e cruéis: diminuir a idade. Concluí que hoje em dia as mulheres de 50 não têm mais do que 30! Verdade. Muitas das minhas amigas já passaram dessa marca e nunca se sentiram tão bem.

Em 1980 escrevi alguns programas da série Malu Mulher para Regina Duarte. Num deles, Malu comemorava 33 anos. Dei a esse episódio o título Antes dos 40, depois dos 30, colocando esse período de dez anos como o mais positivo na vida de uma mulher. Seu tempo de felicidade. Bem, isso foi em 1980. Vinte e cinco anos atrás. Hoje eu não escreveria essa história. Hoje sei que uma mulher pode ser feliz para sempre, levantando-se a cada tombo. Em sua maioria, elas já não entram em crise por causa da idade. Claro que não querem envelhecer. 

Ninguém quer. Mas esse não querer não está ligado apenas à aparência, mas à saúde, à boa disposição para enfrentar o dia e... - sem nenhuma dúvida - à certeza de que não existe idade que as impeçam de amar, ser amadas. E de ainda fazer bonito entre os lençóis de uma cama. Sylvia, por exemplo, tem tudo para botar um garotão com a língua de fora, sôfrego, cansado, pedindo um tempo.

Eu me lembro de uma vizinha, quando eu era criança, que, quando foi subitamente abandonada pelo marido, provocou em minha mãe esta frase: "Pobre Dolores! Sozinha aos 50 anos! O que vai ser dela agora?". A consternação da minha mãe traduzia o que se pensava de uma mulher que tivesse ultrapassado a marca dos 25, 30 anos no máximo. Uma velha. Não sei o que aconteceu com a pobre Dolores, mas acredito que tenha arrastado por toda a vida a amargura e a desesperança. Atualmente, uma separação aos 50 anos pode ser o começo de um novo tempo, muitas vezes melhor, mais feliz do que o anterior. Sem contar que, nos dias de hoje, um casamento que vai mal das pernas não dura até a mulher chegar aos 50. Acaba antes, já que elas não carregam uma vida infeliz por muito tempo.

Nas minhas novelas procuro retratar as mulheres maduras, essas que já passaram dos 40. São elas que têm as melhores histórias para contar, as confissões mais tocantes, as lembranças mais ternas, os episódios mais picantes. Que ainda sofrem e choram, sim, mas que não sofrem nem choram para sempre. E que, quando fazem 50 anos, dão festa, convidam os amigos, apagam as velinhas e fazem coro em causa própria, cantando o Parabéns pra Você!

Por isso digo e repito: bem-aventuradas as cinqüentonas! As que se renovam a cada dia, a cada instante, e que podem renascer incessante e indefinidamente, repetindo os versos de Cecília Meireles:

"Aprendi com a primavera a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira".

Fonte: http://longevidade-silvia.blogspot.com.br

terça-feira, 21 de abril de 2015


Os 9 Benefícios da Graviola para Saúde

Graviola é uma fruta levemente cítrico e cremoso, que pertence à família das amoras. Costuma-se comer cru ou em sucos. A Polpa branca da Graviola tem um perfume suave, que é usado para aromatizar os sorvetes. A Graviola é uma excelente fontes de vitaminas e minerais e seus benefícios incluem: prevenção contra doenças do estômago e vermes, diminui a insônia, Auxilia nos tratamentos da Diabetes e gripes e resfriados e outros Benefícios!  


Benefícios da Graviola

Graviola é uma fruta de baixo de caloria. Ele fornece cerca de 70 calorias por 100 gramas de seu consumo. Ela é rica em carboidratos e fibras alimentares. Vitaminas como a vitamina B e vitamina C. além disso, A graviola é uma excelente fonte minerais tais como: Magnésio, cálcio, potássio, fósforo e de sódio!

Na prevenção do câncer: Graviola é ajuda a diminuir os níveis dos receptores de crescimento epidérmico, portanto, impede o desenvolvimento de células de cancerígenas. Ele também contém acetogeninas que são compostos anti-cancerígenos e ajuda na inibição de nicotinamida adenina oxidase de células cancerígenas.

Na perda de peso: Graviola é muito baixa em calorias e fornece uma cargas de nutrientes. Ele é rico em fibras e, assim, mantém uma pessoa saciados por um bom tempo. As folhas da Graviolas são usadas para preparar o chá, o que pode ser útil para o emagrecimento.

Para a pele: tem excelente benefício para a pele, por ser rico em vitamina C que ajuda na eliminação de toxinas do corpo. com isso, ajuda a pele ser macia e suave. Ela também tem propriedades anti-inflamatórias e pode ajudar a reduzir a acne e furúnculos. Devido a propriedades anti-bacterianas. 
Graviola também é rica em polifenóis, saponinas e flavonóides, que são antioxidantes. Estes antioxidantes inibem os danos dos radicais livres e prevenir os primeiros sinais de envelhecimento, rugas e pigmentação. Eczema podem ser evitados através da aplicação às folhas das áreas afectadas.

Para a pressão arterial: Graviola contém uma quantidade elevada de potássio. Ele ajuda na regulação da circulação sanguínea e, portanto, reduz a pressão arterial. A hipertensão pode ser reduzida que ocorre principalmente devido a pressão arterial elevada. 

Na Prevenção da Diabetes: é recomendada para prevenir a diabetes. É rico em fitoquímicos, conhecidos como acetogeninas. Estes fitoquímicos poderosos podem ajudar a regular o nível de açúcar no corpo. Além disso, é rica em fibra dietética, que ajuda a abrandar o processo de digestão no corpo e ajuda a controlar o nível de glicose.

Na redução da Asma e febre: tem propriedades anti-piréticos e anti-parasitárias. Por isso que é útil contra a febre, tosse e frio. O Chá preparado usando as folhas podem ser consumidos para aumentar a imunidade do corpo.

Outros Benefícios da Graviola Para Saúde:

Graviola tem propriedades anti-inflamatórias e, portanto, é útil contra o inchaço e artrite. Dor nas articulações e nas costas pode ser reduzida por sua ingestão.
É rico em fósforo e cálcio, assim, ajuda no fortalecimento dos ossos. As possibilidades de osteoporose pode ser reduzida por sua ingestão.

Graviola é rico em um composto conhecido como triptofano. Ele ajuda na redução da ansiedade e depressão. Ele atua como um potenciador de humor e pode promover um sono profundo.

Infecções do trato urinário pode ser evitada pelo seu consumo devido ao seu elevado teor de água. Suas propriedades anti-bacterianas pode ser útil contra doenças como a gonorreia.

Fonte: http://www.saudedica.com.br/

domingo, 19 de abril de 2015


7 Coisas que Pessoas Felizes Nunca Fazem
Por Celia Pardi


Os americanos adoram fazer listas pra tudo. Minha vida profissional nas revistas femininas foi recheada de “25 cortes de cabelos”, “30 maneiras de se sabotar”, “10 maneiras de usar o mesmo casaco”… lições vindas da escola americana de jornalismo feminino. Acho que as leitoras gostavam! Outra coisa que os americanos adoram são regras para ser feliz. Sempre impliquei um pouco com essa cultura, mas, por experiência própria, sei o quão proveitoso pode ser refletir sobre “listas” que nos parecem tão banais. Por exemplo: 7 Coisas que Pessoas Felizes Nunca Fazem. Já parou para pensar? Dá uma olhadinha – quem sabe você se torna uma pessoa mais feliz se evitar fazer algumas delas também?

1. Elas não evitam problemas.
Evitar problemas nunca ajudou a solucioná-los. Às vezes pode ser muito difícil ficar em pé e encarar seus problemas. Mas se você se mantiver inteira e procurar por soluções, pode descobrir que é melhor resolvê-los do que ficar assombrada por eles.

2. Elas não se preocupam com a vida alheia.
Quando você toca sua vida e faz o que gosta, se sente livre e feliz. Mas tente comparar sua vida com a de outras pessoas e começará a ver pontos negros na sua felicidade. Portanto, sua vida é sua, a dos outros a eles pertencem. Comparações nesse sentido nunca ajudaram alguém a ter paz de espírito. Ouça seu coração, seja e faça o que você quer. Você se sentirá mais feliz.

3. Elas não deixam outras pessoas serem responsáveis pela sua felicidade.
Você já reparou que não precisa da permissão de ninguém para ser feliz? A sua felicidade é só sua e você é a responsável pelo que sente. A sua felicidade não vem de fora, não vem de outras pessoas. Só pode vir de você.

4. Elas nunca ficam com pessoas negativas.
É muito importante não ficar em ambientes negativos, mas às vezes não dá para evitar. Nesses casos, existem coisas que você pode mudar. Para o ambiente negativo não afetar você, afete-o antes! Por exemplo, você pode pensar em coisas bem positivas que a ajudam a não perder sua atitude positiva. Sorrir, pensar em coisas boas, não se incomodar com o mau humor de outrem, enviar mentalmente ondas positivas para o ambiente. Funciona, sabia?

5. Elas perdoam. Elas esquecem.
Pare de carregar ressentimentos. Todos nós podemos ser machucados emocionalmente, mas se você achar difícil perdoar e esquecer, com o tempo o peso da indignação vai machucar mais ainda. Não deixe o passado afetar sua vida. Você vai ver quão livre se sentirá quando aprender a perdoar. Deixe o passado ir embora, olhe para o futuro com esperança e isso o tornará mais brilhante!

6. Elas não levam as coisas para o lado pessoal.
Algumas pessoas simplesmente não suportam ser criticadas, levam tudo para o lado pessoal. Não importa se você é elogiada ou criticada, você pode fazer bom uso de qualquer informação. Ouça o que as pessoas dizem, não leve para o lado pessoal e você será capaz de transformar essas observações em crescimento pessoal. Ouça a opinião de outros sem colocar a emoção no meio. Aprenda a tirar proveito do que lhe é dito.

7. Elas não são vingativas.
Pessoas felizes não tentam se vingar, eles sabem que isso não traz felicidade. Você pode estar profundamente magoada, mas não estrague seu futuro com a culpa da vingança. A vingança pode até trazer satisfação, mas é um breve momento. A memória da vingança e a compreensão de que você se tornou igual à pessoa que te magoou, pode afetar sua vida para sempre. Tente perdoar e seguir em frente.

Fonte: http://www.senhorasesenhores.com/

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Comportamento e Saúde

TODAS AS DOENÇAS QUE TEMOS SÃO CRIADAS POR NÓS 

Segundo a psicóloga americana Louise L. Hay, todas as doenças que temos são criadas por nós, que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo e que todas as doenças têm origem em um estado de não-perdão. Sempre que estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar. Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais.

Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão. Perdoar dissolve o ressentimento.

A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas, elaboradas pela psicóloga Louise.

DOENÇAS / CAUSAS:

AMIDALITE: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
ANOREXIA: Ódio ao externo de si mesmo.
APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
ASMA: Sentimento contido, choro reprimido.
BRONQUITE: Ambiente familiar inflamado. Gritos, discussões.
CÂNCER: Mágoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
DERRAME: Resistência. Rejeição à vida.
DIABETES: Tristeza profunda.
DIARREIA: Medo, rejeição fuga.
DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de autovalorização o.
DOR NOS JOELHOS: medo de recomeçar, medo de seguir em frente.
ENXAQUECA: Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro (a).
FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
HEMORROIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do passado.
HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
INSÔNIA: Medo, culpa.
LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
NÓDULOS: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
PRESSÃO BAIXA: Falta de amor quando criança. Derrotismo.
PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro
suficiente.
PULMÕES: Medo de absorver a vida.
QUISTOS: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
REUMATISMO: Sentir-se vitima. Falta de amor. Amargura.
RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa crença em perseguição.
RINS: medo da crítica, do fracasso, desapontamento.
SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.
TIROIDE: Humilhação.
TUMORES: Alimentar mágoas. Acumular remorsos.
ÚLCERAS: Medo. Crença de não ser bom o bastante.
VARIZES: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado.

Por isso vamos tomar cuidado com os nossos sentimentos, principalmente daqueles que escondemos de nós MESMOS.

‘Quem esconde os sentimentos, retarda o crescimento da Alma’.
Via: Em Sintonia da Existência

Fonte: http://thesecret.tv.br/

terça-feira, 14 de abril de 2015

Dia Internacional do Café


Brownie com café solúvel


Ingredientes

. 100 g de chocolate meio amargo picado
. 1/2 xícara (chá) de manteiga gelada em cubinhos
. 2 ovos grandes
. 1 1/4 de xícara (chá) de açúcar
. 1 colher (chá) de essência de baunilha
. 3 colheres (sopa) de café solúvel
. 2 colheres (sopa) de licor de café
. 3/4 de xícara (chá) de farinha de trigo
. 1/2 colher (chá) de fermento em pó

Modo de preparo

1. Aqueça o forno a 180 ºC. 

2. Unte uma forma quadrada, com 21 cm de lado, com manteiga e polvilhe farinha de trigo. Reserve. 

3. Numa panela, derreta o chocolate e a manteiga em fogo baixo até obter uma mistura lisa. Deixe amornar. 

4. Numa tigela, bata com uma colher os ovos, o açúcar, a baunilha, o café e o licor até engrossar. Junte o chocolate e incorpore. 

5. Em outra tigela, peneire a farinha de trigo e o fermento. Junte à massa e bata com uma colher de pau, misturando bem. 

6. Ponha a massa na forma e asse por 20 minutos ou até que, ao enfiar um palito no centro, ele saia úmido. 

7. Deixe esfriar na forma, corte em pedaços e sirva.

Calorias: 233 por porção
Categoria: Bolo
Dificuldade: Fácil
Rendimento: 12 porções
Tempo de Preparo: Médio (de 30 a 45 minutos)
Tipo: Sobremesa

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/

segunda-feira, 13 de abril de 2015

JÁ PASSOU
texto publicado em 6 de abril de 2015
por Rafael Magalhães


Ainda bem que a gente não perde nunca essa mania de acreditar. 
Que amanhã vai ser melhor. 
Que o próximo amor virá para ficar. 
Que essa aflição um dia vai passar. 
Que a distância não pode nos impedir de sonhar. 
Que o nosso coração errante ainda toma jeito. 

No fundo a gente acaba acreditando. Por algo ou por alguém. 
É o que costumamos chamar de fé. 
Essa certeza de que o pior ficou para trás. 
Essa confiança de que existe alguém lá em cima observando nossa luta
 e preparando um belo prêmio. 
Essa crença de que a vida vai dar certo. E vai mesmo. 
Porque a mente atrai o clamor da alma. 
Porque quando a gente acredita, de verdade, as coisas acontecem. 
Porque o coração é uma fênix que não se cansa de renascer. 

E o amor não é uma invenção humana. 
E o bem há de prevalecer. 
A escuridão da madrugada assusta a tristeza. 
E amanhã o Sol estará mais uma vez no céu a brilhar. 
É a vida lhe dizendo na forma de luzes e cores que mais uma chance lhe foi dada. 
Enxugue o rosto, abra o armário e escolha o seu melhor sorriso. 
Confie em mim. 
Não é uma vida ruim. Foi só um dia difícil. E já passou.

Fonte: http://www.precisavaescrever.com.br/

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Receita


Salada com sementes de girassol


INGREDIENTES

Ingredientes da salada colorida:
1 colher (chá) de sementes de girassol
5 folhas de alface
5 folhas de rúcula
1 cenoura crua ralada
1 beterraba crua ralada
Tomate seco a gosto
Mussarela de búfala ou queijo Minas a gosto

Molhos:

Molho Italiano:

½ cebola picada
1 colher (sopa) de vinagre de vinho tinto
1 colher (chá) de açúcar
1 colher (chá) de orégano
1 dente de alho amassado
1 pitada de sal
1 pitada de pimenta do reino em pó

Molho Refrescante:
6 folhas de hortelã picadinhas
1 colher (sopa) de suco de limão
1 colher (sopa) de mostarda
Sal a gosto

MODO DE PREPARO

Modo de Preparo da Salada colorida:
Em um prato grande coloque a alface, a rúcula, a cenoura, a beterraba, o tomate seco e a mussarela de búfala ou queijo Minas. Misture tudo cuidadosamente com o molho de sua preferência e leve a geladeira. Misture as sementes de girassóis na hora de servir.

Modo de Preparo do molho italiano:
Coloque tudo no liquidificador e bata até ficar cremoso. Despeje numa molheira, cubra e leve a geladeira até o momento de servir.

Modo de Preparo do molho refrescante:
Misture todos os ingredientes e leve a geladeira até o momento de servir.

RENDIMENTO

1 porção

Salada: 145 calorias
Molho Italiano: 125 calorias
Molho Refrescante: 32 calorias

Fonte: http://blog.cir.com.br/

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Cuidados com os cabelos


Segundo Marco Antonio de Biaggi, o maior cabeleireiro e hairstylist de nosso país, para ter cabelos de estrela, além de cuidar da estética dos fios é preciso se preocupar com a saúde.

Isso porque não é só o corte, cor ou forma que determina a beleza dos fios, mas, também, a força da fibra capilar.

Neste quesito, é preciso contar com o poder dos alimentos. Mais especificamente, da seguinte infusão:

Num recipiente, coloque uma cenoura ralada, uma maçã picada (com casca e sem sementes) e meio limão fatiado.

Complete com um litro de água fervente.

Quando estiver morno, coe e pronto. Agora é só tomar o resultado ao longo do dia. O truque é não deixar sobrar nada, muito menos deixar para o dia seguinte.

Para não esquecer:

Depois, repita o procedimento no mês seguinte.

Com resultados restauradores das madeixas femininas, esta receita estimula o couro cabeludo a trabalhar para o crescimento de novos fios, mais resistentes e macios.

Fonte: http://luciliadiniz.com/

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Reflexão

LIÇÃO DE VIDA


Um jovem foi se candidatar a um alto cargo em uma grande empresa . Passou na entrevista inicial e estava indo ao encontro do diretor para a entrevista final. O diretor viu seu CV, era excelente. E perguntou-lhe: 
- Você recebeu alguma bolsa na escola? - o jovem respondeu - Não.
- Foi o seu pai que pagou pela sua educação?
- Sim - respondeu ele.
- Onde é que seu pai trabalha?
- Meu pai faz trabalhos de serralheria.

O diretor pediu ao jovem para mostrar suas mãos.
O jovem mostrou um par de mãos suaves e perfeitas.

- Você já ajudou seu pai no seu trabalho?
- Nunca, meus pais sempre quiseram que eu estudasse e lesse mais livros. Além disso, ele pode fazer essas tarefas melhor do que eu.

O Diretor lhe disse:
- Eu tenho um pedido: quando você for para casa hoje, vá e lave as mãos de seu pai. E venha me ver amanhã de manhã.

O jovem sentiu que a sua chance de conseguir o trabalho era alta!

Quando voltou para casa, ele pediu a seu pai para deixá-lo lavar suas mãos.
Seu pai se sentiu estranho, feliz, mas com uma mistura de sentimentos e mostrou as mãos para o filho. O rapaz lavou as mãos de seu pai lentamente. Foi a primeira vez que ele percebeu que as mãos de seu pai estavam enrugadas e tinham muitas cicatrizes. Algumas contusões eram tão dolorosas que sua pele se arrepiou quando ele a tocou.
Esta foi a primeira vez que o rapaz se deu conta do significado deste par de mãos trabalhando todos os dias para pagar seus estudos. As contusões nas mãos eram o preço que seu pai teve que pagar por sua educação, suas atividades escolares e seu futuro.
Depois de limpar as mãos de seu pai, o jovem ficou em silêncio organizando e limpando a oficina do pai. Naquela noite, pai e filho conversaram por um longo tempo.

Na manhã seguinte, o jovem foi encontra-se com o Diretor.
O diretor percebeu as lágrimas nos olhos do moço quando ele perguntou:
- Você pode me dizer o que você fez e aprendeu ontem em sua casa?
O rapaz respondeu: 
- Lavei as mãos de meu pai e também terminei de limpar e organizar sua oficina. Agora eu sei o que é valorizar, reconhecer. Sem meus pais, eu não seria quem eu sou hoje... Por ajudar o meu pai agora eu percebo o quão difícil e duro é para conseguir fazer algo sozinho. Aprendi a apreciar a importância e o valor de ajudar a família.

O diretor disse: 
- Isso é o que eu procuro no meu pessoal. Quero contratar uma pessoa que possa apreciar a ajuda dos outros, uma pessoa que conhece os sofrimentos dos outros para fazer as coisas, e que não coloca o dinheiro como seu único objetivo na vida. Você está contratado.

Uma criança que tenha sido protegida e habitualmente dado a ela o que quer, desenvolve uma mentalidade de "Tenho direito" e sempre se coloca em primeiro lugar. Ignora os esforços de seus pais.
Se somos esse tipo de pais protetores, estamos realmente demonstrando amor ou estamos destruindo nossos filhos?
Você pode dar ao seu filho uma casa grande, boa comida, educação de ponta, uma televisão de tela grande... Mas quando você está lavando o chão ou pintando uma parede, por favor, o faça experimentar isso também . Depois de comer, que lave os pratos com seus irmãos e irmãs. Não é porque você não tem dinheiro para contratar alguém que faça isso; é porque você quer amar do jeito certo. Não importa o quão rico você é, você quer entender. Um dia, você vai ter cabelos brancos como a mãe ou o pai deste jovem.

O mais importante é que a criança aprenda a apreciar o esforço e ter a experiência da dificuldade, aprendendo a capacidade de trabalhar com os outros para fazer as coisas.

(Tradução da postagem de Adri Gehlen Korb)

Fonte: Internet

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Reflexão


VIVER BEM O EVANGELHO


“Precisamos de doçura, hoje, de Nossa Senhora, para entender estas coisas que Jesus nos pede, não? Porque estas não são coisas fáceis de viver. Amar os inimigos, fazer o bem, emprestar sem esperar nada… A quem te bater na face, oferece também a outra, a quem te rasga o manto não reter também a túnica… Mas, coisas fortes, não? Mas tudo isto, a seu modo, foi vivido por Maria: é a graça da mansidão, a graça da brandura”

“Se o nosso coração, se a nossa mente está com Jesus, o triunfante, Aquele que venceu a morte, o pecado, o demônio, tudo, podemos fazer isto que nos pede o próprio Jesus e que nos diz o Apóstolo Paulo: a brandura, a humildade, a bondade, a ternura, a mansidão, a magnanimidade. Se não olhamos para Jesus, se não estamos com Jesus não podemos fazer isto. É uma graça: é a graça que vem da contemplação de Jesus”.

“Para perdoar, contempla Jesus sofredor. Para não odiar o próximo, contempla Jesus sofredor. Para não fofocar contra o próximo, contempla Jesus sofredor. O único”.

(Papa Francisco)

Fonte: http://papa.cancaonova.com/

quinta-feira, 2 de abril de 2015


"Às vezes é preciso dormir, dormir muito. Não pra fugir, mas pra descansar a alma dos sentimentos.
 Quem nasceu com a sensibilidade exacerbada sabe quão difícil é engolir a vida. Porque tudo, absolutamente tudo, devora a gente. 
Inteira."
(Marla de Queiroz)

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Oração de cura pelos antepassados



Senhor, Recebemos uma herança espiritual dos nossos pais, uma herança de hábitos e costumes que eles nos transmitiram por palavras e atitudes. Adquirimos essa herança por causa daquilo que falavam e viviam. Acabamos recebendo deles uma herança de desunião, de desconfiança, de ódio, de rancor, de desavenças, por causa de terras, de propriedades, de negócios... situações mal resolvidas que recebemos de pais e avós. 

Oração:

Estou proclamando, Senhor, o poder do Teu Sangue sobre os nossos antepassados. Que o Teu Sangue alcance agora os nossos pais, os nossos avós.
É na autoridade de sacerdote de Cristo Jesus, que invoco agora o Sangue de Jesus sobre os nossos antepassados: nossos pais, avós, tios, parentes próximos, da segunda, terceira, quarta, quinta geração. Que sejamos agora libertos de toda herança negativa de vingança, de desavenças, de divisões, de separações.

Que sejamos libertos de toda contaminação. Que o Sangue de Jesus recaia sobre nós. Libertando-nos de toda herança espiritual, vinda dos nossos antepassados, pois o Sangue de Jesus tem o poder de libertar também os nossos antepassados, vivos ou mortos.

O Sangue de Jesus tem poder sobre as gerações que nos antecederam e que nos transmitiram uma herança infeliz de maldições e pragas. Pedimos perdão e misericórdia pelas rixas, desavenças, inimizades, intrigas, desuniões, vinganças e os rancores dos nossos antepassados.

Do teu Sangue vem a bênção sobre as nossas famílias e toda a nossa parentela. Sobre todos os nossos antepassados. Sobre as nossas casas. Os nossos bens. As nossas propriedades. O Sangue de Jesus recaia agora sobre tudo aquilo que foi amaldiçoado e praguejado.

Que tudo seja agora abençoado e liberto pelo poder do Sangue de Jesus. Aclamamos a vitória do Sangue de Jesus. Pedimos mais uma vez que o Teu Sangue seja agora derramado sobre todos nós, sobre os nossos parentes, irmãos, antepassados vivos e mortos, sobre os nossos bens e propriedades.

Sobre tudo o que somos e temos. E proclamamos: O Sangue de Jesus tem poder! O Sangue de Jesus é uma bênção para mim. Para minha família.

Para os meus filhos. Para os meus irmãos. Para os meus antepassados. Que a bênção de Deus alcance a cada um, cada família, cada propriedade, os nossos antepassados vivos e falecidos. 

Em nome do Pai, do filho e do Espírito Santo. Amém.

Extraído do livro Sim, Sim! Não, Não ! Padre. Jonas Abib 
Fonte:http://www.arcanjomiguel.net
Clevinho Maia (Legião de São Miguel Arcanjo)


domingo, 29 de março de 2015

Receita

Creme de Abacate com leite condensado


Uma sobremesa rápida e saborosa. Além de todo seu sabor, o abacate é uma fruta muito benéfica à saúde, rica em vitaminas e ferro. Confira! 

INGREDIENTES

1 abacate maduro 
1 lata de leite condensado 
Raspas de limão para decorar (opcional) 

MODO DE PREPARO

1- Corte o abacate ao meio, exclua o grande caroço, e com o auxílio de uma colher retire toda a sua polpa. 

2- Em um liquidificador bata a polpa do abacate com o leite condensado. 

3- Sirva em taças de sua preferência. 

4- Leve a geladeira (coberto com filme plástico) por aproximadamente 3 – 4 horas. 

5- Sirva gelado. 

Fonte: http://www.receitasetemperos.com.br/ 

sábado, 28 de março de 2015

Dicas para receber os amigos em casa

 
 
Uma anfitriã de primeira, Laura Wie, repórter do Programa Amaury Jr., da Rede TV!, nos dá um prático roteiro de como receber os amigos em casa, para um almoço ou um jantar especial.

1. Lista de compras
Antes de sair de casa, confira os produtos que você já tem no armário. Escolha um supermercado completo, onde possa encontrar bons vinhos e flores para a decoração da mesa.

2. Escolha os vinhos
Um bom vinho, cumpre bem a missão de acompanhar a refeição. Não há a necessidade de  uma grande variedade de bebidas.


3. arrume a mesa
Em vez de toalhas grandes, use passadeiras de linho, que são simples e chiques. Esqueça os lugares marcados: faça uma pilha de pratos e disponha as taças e os talheres displicentemente pela mesa. O charme da decoração são as cores e estampas das peças escolhidas.
 
4. Prepare as entradas
Compre um pão recheado de azeitonas. Para acompanhar, a sugestão é queijo cottage com tomilho fresco e geleia de tomate. Antes do prato principal, sirva uma salada com alface, tomate e os legumes que tiver em casa.
 
5. Faça o prato principal
Para ganhar tempo, separe os ingredientes antes de começar a cozinhar, prepare o arroz enquanto assa o salmão, vá tomar um banho enquanto o risoto resfria e assim por diante.

6. Vá se arrumar!
 Fique pronta antes de preparar a sobremesa - o que inclui banho, roupa, cabelo e maquiagem. Afinal, vai que os preparativos atrasem um pouco ou uma amiga chegue mais cedo?  Vale seguir o exemplo de Laura Wie e optar por um vestido - a peça única dispensa a preocupação com combinações. Antes de continuar a tarefa na cozinha, porém, lembre-se de colocar o avental.
 
7. Hora da sobremesa
Comprar a sobremesa não é nenhum pecado. Se preferir, inclua na lista de compras um cheesecake ou bolo e pronto: pode pular esta etapa.
 
 
8. Acerte os últimos detalhes
Certifique-se de que a sala e o banheiro estejam em ordem. Enfeite a mesa com vasos de flores baixas e coloridas, que alegram o ambiente sem exagero. Deixe à mão os pratos e talheres de sobremesa e as xícaras de café. Para completar, abaixe as luzes e coloque seu iPod para tocar.
  
9. Sirva a comida em travessas
Depois dos aperitivos, hora de servir o jantar. Não monte pratos individuais. Coloque o salmão em uma travessa, os bolinhos de risoto em outra e as ervilhas em um bonito bowl. Espalhe tudo pelo centro da mesa. Para completar o clima de informalidade, deixe as garrafas de vinho por lá também. Nada mais casual e descontraído do que cada um se servir à vontade.

10. Relaxe e curta sua festa!
 Os nove passos anteriores não terão valido de nada se você não curtir ótimos momentos ao lado de seus melhores amigos. Depois do jantar, devore a sobremesa sem culpa, tome um bom café, jogue conversa fora, dê risadas... E deixe para lavar a louça só no dia seguinte.
 

sexta-feira, 27 de março de 2015

A TIGELA DE MADEIRA
 
 

Um senhor de idade foi morar com seu filho, nora e o netinho de quatro anos de idade. As mãos do velho eram trêmulas, sua visão embaçada e seus passos vacilantes. A família comia reunida à mesa. Mas, as mãos trêmulas e a visão falha do avô o atrapalhavam na hora de comer. Ervilhas rolavam de sua colher e caíam no chão. Quando pegava o copo, leite era derramado na toalha da mesa. O filho e a nora irritaram-se com a bagunça.

- Precisamos tomar uma providência com respeito ao papai – disse o filho.

- Já tivemos suficiente leite derramado, barulho de gente comendo com a boca aberta e comida pelo chão.

Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha.
Ali, o avô comia sozinho enquanto o restante da família fazia as refeições à mesa, com satisfação. Desde que o velho quebrara um ou dois pratos, sua comida agora era servida numa tigela de madeira.
Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, às vezes ele tinha lágrimas em seus olhos. Mesmo assim, as únicas palavras que lhe diziam eram recriminações ásperas quando ele deixava um talher ou comida cair ao chão.

O menino de 4 anos de idade assistia a tudo em silêncio. Uma noite, antes do jantar, o pai percebeu que o filho pequeno estava no chão, manuseando pedaços de madeira. Ele perguntou delicadamente à criança:

- O que você está fazendo?

O menino respondeu docemente:

- Oh, estou fazendo uma tigela para você e mamãe comerem, quando eu crescer.

O garoto de quatro anos de idade sorriu e voltou ao trabalho. Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que eles ficaram mudos. Então lágrimas começaram a escorrer de seus olhos. Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que precisava ser feito. Naquela noite o pai tomou o avô pelas mãos e gentilmente conduziu-o à mesa da família. Dali para frente e até o final de seus dias ele comeu todas as refeições com a família. E por alguma razão, o marido e a esposa não se importavam mais quando um garfo caía, leite era derramado ou a toalha da mesa sujava.

Esta história nos lembra que pai e mãe idosos não têm mais as forças que os jovens têm. Mas eles possuem a experiência de vida e nós, filhos e netos, podemos aprender muito com eles. Demonstrações de amor e respeito para com eles são sinais de nossa gratidão e admiração por tudo o que fizeram e fazem por nós ainda hoje.